Embora não haja manual de perguntas, há abordagens gerais que permitem aos Headhunters relacionar o candidato à vaga.
Portanto, Genes Outplacement entrega perguntas que um recrutador pode fazer em seu processo e o que eles interpretam em cada resposta:

  1. Por que você deixou sua última empresa? O recrutador procurará conhecer a motivação do candidato: questões econômicas, instabilidade de emprego ou crescimento profissional. Ele também procurará observar o modo como é respondido. É comum abaixar a cabeça, o que indica que sua saída foi negativa e ainda não foi resolvida. Treine para não dar uma mensagem errada. O Headhunter pode pensar que foi por resultados, ou por má relação com os seus chefes anteriores, por exemplo.
  2. Qual é o seu nível de inglês? O inglês tornou-se um dos requisitos mais importantes para cargos de alto nível que exigem relatórios nesse idioma, ou seja, o idioma falado na empresa ou por seus clientes. Portanto, é aconselhável sempre dizer a verdade sobre o nível atual de inglês que você possui. O erro de muitos candidatos é pensar que o headhunter só vai pedir o seu nível e não vai verificar.
  3. O que você espera de uma empresa para fazer parte dela? Muitos candidatos respondem com o desejo de contribuir para a empresa. Se você basear sua resposta nisso, pode parecer falso, e é por isso que é melhor dizer a verdade. A resposta padrão é “eu quero pertencer a uma empresa que me valoriza e me dá oportunidades de crescimento”, além de ser uma resposta muito repetida, pode fazer parecer uma pessoa ambiciosa que já está pensando em seu próximo passo, que acabaria por representar um risco para a empresa no curto prazo.
  4. Você tem experiência com gerenciamento de equipes? Desta forma, o Headhunter será capaz de conhecer seu estilo de liderança. Portanto, é importante não ser genérico e enfatizar sua experiência real. Seja mais objetivo apontando o número de pessoas que você liderou, o nível profissional de sua equipe (analistas, chefes) e explique por que você é um bom líder, com fatos claros.
  5. Qual é a sua expectativa salarial? Muitos candidatos pensam que esta é a sua chance de pedir mais. No entanto, pedir mais, ou menos, é um erro que pode tirá-lo do processo. Os headhunters conhecem o mercado em profundidade e conhecem as faixas de salários que são anexadas de acordo com cada tipo de cargo. Uma boa resposta poderia ser dar uma faixa salarial com um mínimo e um máximo esperado. Existem plataformas como o Show Me The Money, que pode dizer a um candidato quanto ele deve receber de acordo com seu perfil e setor.
  6. Você estaria disposto a mudar para outro país, se necessário? Se não for, seja honesto e evite problemas no futuro. Se um Headhunter perguntar isso, é porque existe a possibilidade de a empresa convidá-lo a aceitar desafios, abrir novos mercados ou executar funções em outros locais.
  7. O que você valoriza em uma chefatura? Esta questão visa saber se você se encaixa com a cultura organizacional da empresa, focada no relacionamento direto que você terá com seus chefes. Concentre sua resposta em mencionar qualidades que são importantes para você.
  8. Qual foi o maior problema que você enfrentou na sua última posição e como você resolveu isso? Esta busca conhecer seus processos na resolução de problemas, além de avaliar os momentos que o marcaram profissionalmente. Além de falar sobre sua personalidade, ele indica sua adequação para a posição.
  9. Como você se projeta a curto e médio prazo? Além de conhecer sua projeção profissional, busca conhecer o fator real entre a expectativa do candidato e a realidade do mercado. Além disso, ele busca saber a velocidade com que espera crescer na empresa. A realidade das empresas hoje é diferente e o termo “plano de carreira” está agora fora de moda. Atualmente, as empresas valorizam os resultados e, com base neles, concentram-se em oferecer oportunidades de crescimento.

Foto: unsplash.com

Comments

comments